pulseiras

Pulseiras de pacientes


Para clínicas e hospitais, a proposta das pulseiras com código de barras é aperfeiçoar o processo e obter um custo-benefício.

Os códigos de barras continuam a melhorar a forma como profissionais médicos mantêm registros e trabalham com pacientes. Eles fornecem a capacidade para diagnosticar pacientes de forma rápida e reduzir erros e, o mais importante, salvar vidas, em última análise.

As pulseiras podem ser classificadas em 2 Grupos:
Brancas ou Coloridas, Térmicas.: através de Impressora específica pode-se imprimir descrições, códigos de barras, imagens e etc. As cores são as mesmas do Protocolo de Manchester.

– Classificação de risco: O uso de pulseiras de identificação com a cor definida agiliza o processo, pois quando o médico analisa o risco do paciente é atribuída uma cor para o risco, segundo o protocolo de Manchester. Nesse tipo de pulseira não permite imprimir as informações nela.

– Adulto:

– Infantil:

– Neonatal:

Cores do Protocolo de Manchester:

20mm x 185mm